CONTROLE DE LEITURA DO ANO BÍBLICO

ARQUIVOS ADICIONAIS




Feliz 2018, amiga ou amigo!

Acabamos de adentrar um novo ano. Quase três dias já se foram, mas ainda estão à nossa frente 362 dias (ou páginas em branco) para escrevermos nossa vida! O que iremos fazer então? O que escreveremos sobre nossas vidas nestas páginas?

Um dos maiores presentes de Deus para nós, o livre arbítrio (o maior é Jesus), nos permite fazermos o que quisermos com estas páginas, mas não sem um preço!

Uma boa forma de escrevermos nossa história é fazermos isto com Deus! Assim, resolvi compartilhar um pequeno arquivo para que você possa escrever sua história junto com Ele, através da leitura diária de Sua Palavra.

Este material é para quem quiser ler e incentivar a leitura do ano bíblico. Este arquivo pode ser impresso ou utilizado como um PDF editável em seu tablet, smartphone ou computador.

Também anexei material adicional para incentivar estudos temáticos, além do ano bíblico (vide material no link anexo). Informação nova e inesgotável surge desta fonte que é a Palavra de Deus. A cada ano bíblico descubro coisas "que ali não estavam antes"! Sei que muitos preferem um estudo direcionado de determinado tema da Bíblia, mas uma coisa não invalida a outra (muito pelo contrário, a complementa).

Ouvi recentemente, de algumas pessoas, até com alto conhecimento teológico, a seguinte afirmação: "Não acho proveitoso fazer o ano bíblico, pois é melhor fazer um estudo temático, que é muito mais enriquecedor". Concordo que o estudo temático seja extremamente importante, apaixonante e envolvente. No entanto, sou obrigado a discordar da ideia exclusivista por eles apresentada. Sei que o estudo de um determinado tema tem seu lugar, bem como o estudo da lição da escola bíblica trimestral (conforme o tempo de cada denominação), de escatologia, de profecias, de soterologia, de biografias, etc. Tudo importante, tudo muito relevante. Entretanto, se a leitura completa não tem seu lugar, para que tantos escritos? Por que levar 1600 anos para se terminar algo que poderia ser mais conciso e "temático"? Por que não recebemos apenas as crenças fundamentais da cultura religiosa judaico-cristã? Por que tantos morreram para que recebêssemos todo o compêndio? Por que tantos detalhes descritos, que podem até parecer insignificantes diante de um estudo mais específico? Por que existem passagens que não entram em nenhum estudo temático de relevância (ou mesmo "sem relevância")? Bem, para mim, ainda que pequeno que sou, a resposta me parece bastante óbvia, diante dos seguintes fatos:
1º) "Toda a Escritura é divinamente inspirada e proveitosa para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça" 2 Timóteo 3:16. "TODA" ela é inspirada por DEUS. Portanto, "toda" ela é de extrema relevância e de igual importância para um estudo anual! Fato este que não ocorrerá em um estudo temático.
2º) A cada leitura do ano bíblico sou surpreendido por algo "novo". Portanto, existe um tempo determinado para cada coisa e revelação de Deus para minha vida em particular, para nossas vidas! Sem esta leitura constante e total, não a perceberíamos.
3º) Ao estar estudando um tema específico das Escrituras, muitas vezes, sou surpreendido com luz adicional sobre este tema durante a leitura do ano bíblico! São as Escrituras se autorevelando.
4º) "Especializações", podem ser "limitadoras", se nos restringirmos a elas. A visão pode ser prejudicada se nos fixarmos demais em um foco apenas, algo como quem passa a vida olhando em um microscópio. Verá coisas maravilhosas e impressionantes, mas acabará por perder a essência de viver em um universo amplo como o que Deus nos concedeu!
5º) Ainda, levando em conta a especialização, não teremos nossas percepções próprias, reveladas por Deus, se nos satisfizermos com a "comida" pré-digerida por outrem. Comer papinha nem sempre faz bem! Ou seja, ao estarmos estudando um tema específico sob a ótima de um determinado intérprete no assunto (ainda que isto seja importante e nos ajude a não ficarmos inventando rodas quadradas a todo o instante ou rodando como pião sem rumo), poderemos ser, no máximo, uma cópia carbono deste intérprete!
6º) Muitas lacunas em assuntos e informações sobre os quais você jamais terá domínio ou conhecimento, permanecerão. Por não fazer a leitura completa da Bíblia, uma parte do "puzzle" de Deus ficará sem a devida contemplação. Não deve haver negligência com informações divinamente Inspiradas.
7º) Por último e mais importante: ao lermos o todo da Palavra de Deus, estaremos sujeitos à revelação de Seu Próprio Caráter em particular, a cada um de nós!

O estudo do ano bíblico ocorre em um período de, obviamente, um ano. Li, há algum tempo, que é possível ler toda a Bíblia em 53 horas. Não sei se é realmente possível, pois não fiz o teste ainda e não conheço ninguém que tenha feito. Sei de pessoas que leem muito rápido, mas não é o meu caso! Penso demais em tudo o que leio. Viajo, muitas vezes! Mas, se é possível ler a Bíblia em 53 horas por que é tão difícil lê-la em 1 (um) ano? Talvez seja (por mais cruel ou ignorante que pareça), apenas uma desculpa preguiçosa de nossa parte.

Como alternativa: faça a leitura total em dois ou três anos. Pesado não será!

Se você aceitar o desafio, salve o arquivo "AnoBiblicoPerpetuoEm3Modelos.PDF" em uma pasta de seu smartphone, tablet ou computador. Abra-o sempre com o Adobe Acrobat Reader e marque na caixinha ao lado do dia que você leu. Para quem não tiver um dos "gadgets" acima, imprima a folha (frente e verso) e assinale com um marcador qualquer.

Para a sua escolha do modelo de leitura, existem 3 formatos neste arquivo: o cronológico, o sequencial e o de leitura dupla. Veja os detalhes no próprio arquivo.

Espero que você tenha sucesso neste desafio!



Abraços, bom proveito e que Deus o abençoe!



Rio de Janeiro, 03/01/2018